Terapia Online: Como ter um bom atendimento pela internet?

A terapia online passou a fazer parte da realidade de muitas pessoas, principalmente por conta da pandemia do novo coronavírus que exige a prática do distanciamento social. Com isso, a busca pelo atendimento virtual cresceu exponencialmente no último ano.

Diante disso, mais do que uma alternativa, essa modalidade de atendimento se tornou um caminho necessário. Vale lembrar que há pouco mais de dois anos, o CFP (Conselho Federal de Psicologia) manteve a liberação dessa prática. Além disso, os pacientes possuem essa alternativa disponível desde o ano de 2018 e todo processo segue os critérios do atendimento presencial.

Ou seja, o profissional deve seguir todas as linhas e devidos cuidados que orientam o tratamento do paciente modelo presencial. Outro ponto de extrema importância e que merece destaque, consiste na importância da opção online.

O fato é que esse recurso pode contribuir ainda mais para que uma boa parcela de pessoas não se distancie de um tratamento adequado, ainda mais diante de um momento tão conturbado para a saúde mental. Isso fica ainda mais evidente, se pensarmos que muitos estão lidando com anseios e também fragilidades.

Mas, o que será que diferencia a terapia online da terapia presencial? Como vivenciar um atendimento qualitativo nesse formato? Quem possui dúvidas a respeito desse assunto terá a oportunidade de sanar cada uma delas no decorrer desse conteúdo. Confira dicas, informações e outros aspectos a seguir.

A principal diferença da terapia online e a terapia presencial

Em primeiro lugar, é importante deixar claro que não há qualquer diferença em relação aos benefícios e efetividade da terapia online e a terapia presencial. Isso porque, o vínculo que é estabelecido entre o paciente e o profissional simplesmente não é submetido à mudanças. Portanto, nada é prejudicado por esse modelo de atendimento.

Vale ainda destacar que todos os recursos que são comumente usados durante o atendimento presencial são mantidos durante a consulta virtual. Além disso, o acolhimento é sempre o fator primordial no âmbito da terapia, e isso é preservado de forma exemplar. Outro ponto refere-se aos feedbacks, intervenções, troca e palavras – tudo isso se mantém intacto na terapia realiza virtualmente.

Como resultado, quem já mantinha o tratamento no formato presencial deve e precisa continuar com as sessões, ou seja, migrar para o atendimento no formato online. Embora, em alguns casos, o paciente possa sentir um certo estranhamento, é fundamental destacar que a adaptação ocorrerá naturalmente. Portanto, o que não é indicado é justamente a interrupção de manter o tratamento e seguir todas as orientações profissionais.

Um perfil de atendimento com amplo crescimento

Para termos uma ideia mais precisa sobre o crescimento da terapia online, precisamos voltar um pouco no tempo – mais precisamente para 2012. Nessa época, a quantidade de plataformas que eram devidamente cadastradas no CFP somava apenas 224. Já no ano de 2018, esse montante saltou para 854, o que representa um aumento de 381%.

Mas, se até então esse crescimento se revelava marcante, 2020 e 2021 mostraram que os prognósticos tendem a surpreender ainda mais. Isso tanto é verdade que no decorrer de 2020 o aumento bateu o total de 600%. Ou seja, por mais que ainda não existam dados confirmados de como será 2021 sobre a adequação desse formato de atendimento, já se podem esperar números ainda maiores.

O que é importante considerar para ter um bom atendimento?

Que a terapia online é eficiente não há dúvidas. Entretanto, é importante considerar passos cruciais para certificar que o paciente tenha acesso a um atendimento qualitativo, eficiente e acolhedor no final das contas.

Um dos primeiros passos a serem adotados é certificar que o profissional escolhido esteja devidamente inscrito no Cadastro Nacional de Psicólogos. Essa é uma premissa fundamental e que não pode ser, de forma alguma ignorada.

Com essa informação confirmada, pode ser importante também conferir se existem criticas acerca do profissional, aplicativo e outros. Nos dias atuais,  certificar esse tipo de informação é bastante simples, afinal, redes sociais, portais especializados e até mesmo sites como o Reclame Aqui e Proteste permitem contribuir com essa pesquisa.

Pontos importantes

Abaixo, você confere outros pontos primordiais para obter um atendimento exemplar na sua terapia online:

  • O profissional: é premissa básica que o terapeuta esteja devidamente registrado no Cadastro Nacional de Psicólogos. Você pode pesquisar tanto pelo nome completo do profissional ou através do número do conselho;
  • O tipo de serviço: é importante confirmar também o tipo de plataforma usada para a consulta online;
  • Internet: nem sempre temos total poder sobre a estabilidade da internet, mas pode ser interessante contar com um provedor eficiente e ter o antivírus sempre em dia;
  • Local: se tiver oportunidade, priorize um ambiente privado e tranquilo para realizar sua consulta. Isso evitará que você corra o risco de sofrer interrupções durante o atendimento online. Além disso, como fator de segurança, evite locais públicos, como coworkings, cafés e outros. É ainda recomendado usar um celular ou computador de uso privado.

É o fim do divã?

De forma alguma! O que ocorre atualmente é uma adaptação diante de uma enorme necessidade. O fato é que todos nós precisamos nos adaptar a uma nova realidade, onde o distanciamento social se faz primordial para conter o avanço do vírus no mundo todo.

Além disso, a terapia online é uma porta de entrada para que muitas pessoas possam conhecer o tratamento de forma prática. Muitos acabavam se distanciando dessa oportunidade por julgarem que não tinha tempo ou até mesmo disposição para se deslocar até um consultório.

Mas, não se pode afirmar que isso significa o fim do divã. Uma forma de entender isso é pensarmos, por exemplo, na chegada de serviços streaming, como Netflix e outros. Embora seja possível assistir uma grande quantidade de filmes nessas plataformas, as pessoas ainda querem e gostam de ir ao cinema.

Com a terapia online é justamente o mesmo cenário. Na verdade, esse será um formato para que muitas pessoas possam cuidar do seu bem-estar e equilíbrio emocional. E, será uma questão de tempo para que possamos retomar tudo como era antes ou, simplesmente, manter o atendimento virtual por opção.

Terapia Online

Veja também: Terapia de casal: O que é? E como ela pode salvar seu relacionamento

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on tumblr
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram

Post relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir chat
Precisa de ajuda?
Olá! Posso ajudar?