Tratamento Para Ejaculação Precoce

Tratamento para ejaculação precoce

Mais do que entender o que é ejaculação precoce, é preciso levar em conta respostas que ajudem a sanar as principais dúvidas! Sim, esse é ainda um assunto que gera uma enorme quantidade de questionamentos e dúvidas.

Por vezes, querer apenas saber ao que o tema se refere acaba sendo insuficiente! Até mesmo porque, embora o problema seja algo tão recorrente entre os números, seu debate ainda deixa a desejar.

Nesse artigo, vamos falar sobre o que é o problema conhecido como Ejaculação Precoce, além de falar mais a fundo sobre os tratamentos disponibilizados aqui na clínica.

E, o maior motivo para isso é que tudo que envolve o assunto acaba se transformando em um grande tabu social.

Mas, mudar isso não somente é possível como também necessário, concorda? Por isso, esse conteúdo irá lhe ajudar a obter maiores detalhes sobre o assunto e orientações confiáveis!

Afinal, o que é ejaculação precoce?

A Ejaculação Precoce é diagnosticada em homens que não conseguem aguentar um tempo de penetração satisfatório, ejaculando antes do tempo desejado. Sentindo assim frustrados em suas relações sexuais.

Em consenso com especialistas do mundo todo, a ejaculação precoce pode ser devidamente dividida em duas categorias diferentes, sendo elas:

Primária: aqui a prematuridade da ejaculação acontece ainda no começo da relação sexual. Além disso, o tempo entre a penetração até a ejaculação acaba durante menos de um minuto.

Secundária ou adquirida: nesse caso a Ejaculação Precoce acontece depois de um tempo de experiência sexual, pode ter sido adquirida por ansiedade, comportamento acelerado, estresse e até mesmo Disfunção Erétil Psicológica.

Para exemplificar melhor, vale destacar que a média global que é considerada “normal” tem a duração de cerca de 5 minutos.

Os principais sintomas da ejaculação precoce – o que você deve saber!

Entender sobre os sintomas é algo determinante para não somente entender o problema em si, mas também ter orientações sobre a resolução! Os sintomas mais comuns da ejaculação precoce são:

  • Ejaculação antes do tempo desejado;
  • Frustração da parceria;
  • Baixa autoestima;
  • Ausência de controle da ejaculação e ereção com pouco tempo de penetração no ato sexual
  • Sentimento de frustração tanto antes como também depois do ato sexual;
  • Ansiedade por consequência da baixa satisfação sexual;
  • Problemas no relacionamento;
  • Dores na região pélvica.

Tratamento para a Ejaculação Precoce

tratamento da ejaculação precoce visa controlar ou retardar a ejaculação, ou seja, através de soluções terapêuticas que permitam prolongar e tornar o ato sexual mais satisfatório (demorar mais tempo até que seja atingida a ejaculação).

Em tratamento para Ejaculação Precoce no que refere a Terapia Sexual online ou presencial, é utilizado diversos protocolos de tratamento, que são:

  • Exercícios de ginástica intima como o Pompoarismo Masculino – consiste em técnicas de fortalecimento da região pélvica, promovendo maior autoconhecimento e controle do músculo responsável pela ejaculação;

Adquira aqui o tratamento para ejaculação precoce!

Tratamento para Ejaculação Precoce

  • Exercícios para baixar a ansiedade – aqui as técnicas usadas são com cognitivas e comportamentais com a finalidade de trabalhar o sistema acelerado que desencadeia a ejaculação rápida.
  • Orientações para usar na hora da relação sexual – é fundamental conhecer os momentos que proporcionam maior sensibilidade, assim desencadeando a ejaculação precoce, orientação de como aproveitar o melhor prazer sexual aliado com os métodos acima, o tratamento é rápido e eficaz.

O tratamento para o controle da ejaculação é considerado rápido, porém é essencial que o paciente se comprometa, afinal são orientações para seguir em casa e incluir como hábito na rotina.

O Tratamento para Ejaculação Precoce seguido com integridade pelos pacientes, tem índice de 95% de sucesso aqui na clínica.

É ou não algo normal ejacular mais rapidamente depois de um maior período sem sexo?

Para começar, a dica aqui é: muita calma nessa hora! Nem todos os sintomas que possam parecer ejaculação precoce são de fato!

Em alguns casos, ficar um maior período sem ter relações sexuais pode sim afetar o tempo da ejaculação, sabia? E, isso tende a acontecer justamente por conta de motivos fisiológicos.

Ou seja, naturalmente poderá acontecer o acúmulo de espermatozoides. E, tudo isso por conta de alguns dias sem transar! É comum que os homens mentalizem o sexo mentalmente antes mesmo dele acontecer.

Ou seja, isso afeta diretamente o desejo e a excitação. Por conta disso, é comum a indicação da da masturbação nesse intervalo mais longo entre as relações sexuais.

Com essa medida certamente será mais fácil lidar com o autocontrole e o sexo acontecer com menos pressa.

Os preservativos ajudam?

Essa é até mesmo uma boa estratégia para lidar com problemas sexuais, como no caso da ejaculação precoce. Na verdade, não é algo que funciona para todos os homens. Usar como Tratamento para Ejaculação Precoce o preservativo como a camisinha, pode não ser tão agradável.

Como é de conhecimento geral, a camisinha acaba estabelecendo um tipo de barreira. Essa barreira  diminui, portanto, o contato entre o pênis e a vagina.

Não existe uma confirmação precisa de que a camisinha pode ajudar a lidar com a ejaculação precoce. Ou seja, não levando em conta um ponto científico, mas sim uma forte suposição de relatos de sucesso.

Mas é fato que a camisinha diminui o atrito entre pênis/ vagina, diminuindo assim o nível de excitação.

A posição sexual influencia na ejaculação?

De certa maneira sim! Quem está tendo que lidar com a ejaculação precoce precisa buscar mais conhecimento acerca do seu corpo e também de seus desejos (e autocontrole).

Sendo assim, posições que acabem trazendo maior grau de excitação para o homem poderá resultar em uma ejaculação precoce.

Nesse caso, pode ser recomendado intercalar o ato sexual com posições que sejam menos estimulantes. Quando o homem perceber que as coisas estão ficando mais quentes, essa pode ser uma boa estratégia.

Há fatores de risco associados à ejaculação precoce?

Sim! Na verdade, alguns fatores podem sim elevar bastante as chances de um homem desenvolver um quadro de ejaculação precoce. Isso sem contar, em alguns casos, motivações genéticas e biológicas.

Porém, na maioria das vezes, os casos acabam tendo forte relação com problemas psicológicos.

Homens que ainda possuam um quadro de ansiedade ou depressão podem ter que lidar com maiores chances de apresentarem problemas nesse sentido.

E, um maior ponto de atenção, de fato, é o estresse. Definitivamente ele pode influenciar diretamente para que o problema se desenvolva.

Além disso, a ejaculação precoce pode ser resultado da disfunção erétil. Isso se dá principalmente por conta das alterações associadas dos neurotransmissores e também alterações hormonais.

O mesmo vale para pessoas que precisam fazer uso de medicamentos psicotrópicos.

Como a ejaculação precoce pode afetar a vida de quem manifesta o problema?

Muito se fala do que causa a ejaculação precoce e até mesmo os sintomas envolvidos. Mas, é importante também refletir sobre como a sua existência pode afetar a vida dos pacientes.

O fato é que quem lida com esse problema acaba tendo que lidar com constrangimento e até mesmo insatisfação. E, isso não somente com ele mesmo, mas é algo que pode afetar o casal.

Por esse motivo, a disfunção pode acabar se tornando um problema conjugal. Portanto, é importante que ambos considerem buscar apoio e orientação para lidar com o problema.

Um dos melhores caminhos é justamente buscar orientação em uma terapia sexual. Isso pode ser determinante para compreender a raiz do  problema e até mesmo entender os caminhos possíveis.

O tratamento ainda poderá ajudar a mudar determinados hábitos que possam lhe acarretar estresse e ansiedade. Sem contar que a terapia poderá ajudar a entender melhor sobre seu corpo, mente e até mesmo em como manter uma vida sexual saudável e feliz.

Vale lembrar que a ejaculação precoce é um problema que pode se manifestar em homens de várias idades. Aliás, pode ser algo até mesmo muito mais comum em adolescentes.

A boa notícia é que mais de 90% dos pacientes com ejaculação precoce conseguem resolver o problema! Mas, isso somente torna-se uma realidade quando o homem busca ajuda especializada, além de se comprometer com as indicações dadas em terapia.

 


Veja também o site da Débora Martins 

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on tumblr
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram

Post relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir chat
Precisa de ajuda?
Olá! Posso ajudar?